A DIVI•hub é uma plataforma de crowdfunding 2.0. Aqui, criadores de conteúdo podem buscar o apoio dos fãs para darem vida às suas ideias e, em troca, compartilham uma porcentagem do projeto. Isso quer dizer que, além de ajudar os projetos que você ama e acredita, ainda é possível ganhar dinheiro com isso.

DIVI•hub é o nome do aplicativo e DIVI é o apelido de cada pedacinho do projeto que está sendo compartilhado. Pra explicar de um jeito simples, DIVI•hub é o aplicativo que você usa pra comprar seus DIVIs.

Sim, pode ficar tranquilo, porque a gente tem aprovação da CVM, que é o xerife do mercado de investimentos aqui no Brasil, e nosso parceiro bancário, o FITBANK, é homologado pelo Banco Central, seguindo todas as normas da legislação.

Não. Além de superfácil de usar, o aplicativo é 100% gratuito. Você só paga o valor que decidir investir, quando comprar DIVIs de algum projeto.

Na prática, sim. Ao comprar DIVIs, você passa a ter um pedaço do projeto com o criador e, depois, participa da divisão dos lucros. É um jeito de investir nos seus ídolos, nas suas paixões, nos conteúdos que consome e compartilha. E o melhor é que ainda tem a possibilidade de ganhar dinheiro com isso.

Não. Na verdade, o DIVI segue o caminho contrário do bitcoin e outras criptomoedas, já que o preço não é estabelecido puramente por especulação.

A DIVI•hub é a versão 2.0 do crowdfunding. Isso porque, apesar de ser parecido na parte de captação de recursos para ajudar o criador a realizar seu projeto, a gente tem a divisão de lucros, o que não acontece no crowdfunding normalmente. Ao comprar DIVIs você tem participação na realização de um projeto e pode receber uma parte do faturamento por isso.

É parecido, mas não é igual. Apesar de também ser um token, o DIVI é o único aprovado pela CVM, que é o xerife desse mercado aqui no Brasil. Além disso, com o DIVI você pode receber a divisão dos lucros do projeto e essa possibilidade não existe com o NFT.

A gente usa uma tecnologia conhecida como tokenização. Cada parte, chamada de DIVI, é um token. E esses tokens carregam a informação autêntica do contrato que garante a segurança e a transparência de cada operação: quais receitas do projeto são compartilhadas, quanto vale, quem comprou, quando comprou, quem vendeu e quando vendeu. Os tokens da DIVI•hub ficam armazenados no Quantum Ledger, um banco de dados 100% rastreável e seguro, desenvolvido pela Amazon Web Services, nos EUA.

Sim, a gente é uma empresa brasileira, mas nasceu lá no Vale do Silício, berço da tecnologia nos Estados Unidos.

Se você tem interesse em fazer parte do nosso time, envie seu currículo para VemSerDIVI@divihub.com.

Temos dois números de WhatsApp. Para entrar em contato com a gente, mande uma mensagem no (11) 99716-3484. É possível também que o nosso time fale com você usando o número (11) 93729-5509. Fique atento: são apenas esses os dois números oficiais da DIVI•hub, então não envie nenhum dado pessoal a outros números. Também é importante lembrar que o cadastro, a compra e o pagamento de DIVIs são realizados exclusivamente por meio do aplicativo.

Para comprar DIVIs da DIVI•hub, você deve usar o aplicativo, que é compatível com aparelhos de celular com sistema operacional Android a partir da versão Android 9.0 e iOS a partir do iOS 10.

Além de participar dos projetos dos seus ídolos, você passa a fazer parte de uma comunidade que vai ter acesso a conteúdos e brindes exclusivos só para quem tem DIVIs. Também tem a vantagem financeira que você pode ter com a divisão dos lucros do projeto. E comprando seus DIVIs no começo, você compartilha esse lucro em tudo o que acontecer com o projeto dali para a frente, na segunda, terceira, quarta ou quantas temporadas o projeto tiver. No futuro, a CVM pensa na possibilidade de transações secundárias dos valores mobiliários, permitindo que as plataformas atuem como facilitadoras, no intuito de promover o encontro de potenciais compradores e vendedores em relação aos valores mobiliários ofertados em seus ambientes eletrônicos.

Sim, de três jeitos:

  • Na divisão dos lucros do projeto: cada criador decide de quanto em quanto tempo é feita a apuração e a divisão dos lucros. Para saber mais, fique ligado no aplicativo e nas Informações Essenciais de cada oferta, disponíveis na apresentação do projeto.
  • Na recompra dos DIVIs: o criador do projeto pode decidir recomprar os DIVIs, por um valor combinado diretamente entre as partes.
  • Na valorização dos DIVIs: os investidores poderão vender livremente seus DIVIs pelo preço que bem entenderem, mas sem a intermediação da DIVI•hub ou qualquer pessoa vinculada a ela. No futuro, a CVM pensa na possibilidade de transações secundárias dos valores mobiliários, permitindo que as plataformas atuem como facilitadoras, no intuito de promover o encontro de potenciais compradores e vendedores em relação aos valores mobiliários ofertados em seus ambientes eletrônicos.

Essa resposta vai depender do projeto escolhido, mas pode vir de múltiplas fontes de faturamento. Para explicar de forma simples: um projeto de um festival de música, por exemplo, poderia ter como fonte de lucro a bilheteria e patrocinadores, enquanto um reality show no YouTube teria ganhos com AdSense e publicidade. É importante lembrar que a distribuição dos lucros acontece de acordo com o calendário estabelecido pelo criador e que é necessário que o projeto tenha sucesso na captação e realização para que isso aconteça.

A idade mínima para a realização do cadastro na DIVI•hub é 16 anos, mas você vai precisar apresentar também as informações do seu responsável legal. Fique tranquilo, o aplicativo vai indicar o momento correto para o envio de cada dado.

Você pode comprar DIVIs a qualquer momento, de cada um dos projetos abertos para captação. Para os projetos que estiverem “Em breve”, é só deixar as notificações ativadas e ficar ligado no aplicativo para saber quando a oportunidade aparecer.

Eles vão ficar disponibilizados na sua carteira digital dentro do aplicativo e, por segurança, também vão ficar armazenados no Quantum Ledger, um banco de dados 100% rastreável e seguro, desenvolvido pela Amazon Web Services, nos EUA. Você pode acompanhar tudo o que acontece com seus DIVIs navegando no aplicativo. Como os DIVIs são representações digitais autênticas e criptografadas do valor mobiliário ofertado, também é possível baixar na plataforma para guardar com você.

Se o projeto der resultado, você tem direito a divisão dos lucros. Cada criador decide de quanto em quanto tempo é feita a apuração e essa divisão. Por isso fique ligado no aplicativo para saber mais informações.

Não, eles vão continuar sempre no seu nome.

Se você comprar seus DIVIs e o projeto não alcançar o valor necessário em 6 meses de captação, o dinheiro investido volta para sua conta, descontando apenas a taxa de transação financeira por uso da plataforma.

A gestão do projeto é de responsabilidade do criador. Caso não tenha sucesso de audiência, cabe a ele decidir o que fazer para atrair as pessoas. O que é bacana é que, com seu apoio e o da comunidade de fãs, é possível reverter a situação, por exemplo, ajudando a divulgar a ideia.

O preço de compra dos DIVIs, na DIVI•hub, vai ser sempre R$ 10,00. Você pode vender seus DIVIs para outra pessoa, mas sem a intermediação da DIVI•hub ou pessoa vinculada a ela. Aí fica a seu critério escolher o valor que você quer pelos seus DIVIs. Como qualquer investimento, é importante você entender os riscos antes de participar.

Sim. Caso o projeto do qual você comprou DIVIs não esteja fazendo sucesso ou não dê lucro, esse risco existe como em qualquer investimento. É importante lembrar que a responsabilidade pelo sucesso ou pelo lucro do projeto é do seu criador.

O sucesso de cada projeto está ligado diretamente ao engajamento da audiência. Então fica a dica: quanto mais você engajar, compartilhar com novas pessoas e convidar os amigos para conhecerem o projeto, maior a chance de aumentar a audiência, o sucesso e também o lucro.

Você e todos os investidores vão poder vender livremente seus DIVIs pelo preço que bem entenderem, mas sem a intermediação da DIVI•hub ou qualquer pessoa vinculada a ela. No futuro, a CVM estuda a possibilidade de transações secundárias dos DIVIs, que são valores mobiliários, permitindo que a DIVI•hub atue como uma facilitadora, no intuito de promover o encontro de potenciais compradores e vendedores em relação aos valores mobiliários ofertados em seu ambiente eletrônico.

Você pode acompanhar seus DIVIs a qualquer momento no aplicativo. É só acessar a opção “Portfólio” no menu inicial. Por lá também você recebe notificações sobre o andamento, entrada de novos projetos e outras informações importantes. Para isso, não esqueça de ativar as notificações.

Até o momento, não existem impostos sobre a divisão de lucros no Brasil. Para ajudar, a gente vai entregar um informe de rendimentos para todo mundo que tem DIVIs ao final de cada ano.

Ao comprar seus DIVIs, o dinheiro vai para uma conta garantia de uma instituição financeira ou de pagamento independente, no caso o FITBANK. Se a captação alcançar a meta estabelecida, o dinheiro da conta garantia é transferido para o criador para ser usado na realização do projeto e no pagamento de todos os seus custos. Caso o projeto não alcance essa meta em 6 meses, a captação é encerrada e o dinheiro da conta garantia é devolvido para todos os compradores, descontando apenas a taxa de transação financeira por uso da plataforma.

Depende do seu perfil. A gente segue a instrução nº 588 da CVM e, segundo ela, você pode se enquadrar em três grupos diferentes:

  • Quem ganha até R$ 100.000,00 (cem mil reais) por ano ou tem aplicação financeira nesse valor, pode investir até R$ 10.000,00 (dez mil reais).
  • Quem ganha mais de R$ 100.000,00 (cem mil reais) por ano ou tem aplicação financeira maior que esse valor, pode investir até 10% do valor da renda ou aplicação, o que for maior.
  • Quem é investidor qualificado e atende aos requisitos da Instrução nº 539 da CVM, não tem limite para investimentos.

Para cadastrar seu projeto na DIVI•hub, você vai precisar saber quais documentos são necessários, de acordo com a legislação brasileira, para fazer uma captação. Isso envolve assessoria contábil e financeira para estruturar o plano de negócios do seu projeto, determinar o valor que precisa captar e qual a porcentagem que você vai compartilhar com seus fãs. Além disso, existe uma série de dicas para tornar a sua captação bem sucedida. Para saber mais detalhes, envie um e-mail para business@divihub.com. Não esqueça que a DIVI•hub não presta nenhum desses serviços. Nossa missão é fazer a captação do seu projeto acontecer depois que ele estiver estruturado.

Sim. Se a sua marca estiver interessada em patrocinar um projeto, um conteúdo e até mesmo um influenciador, essa é uma ótima notícia. Até porque isso é um jeito de também compartilhar o sucesso com a audiência. Porém, a negociação não é com a DIVI•hub e sim diretamente com o departamento comercial de cada projeto ou influenciador. Essa informação pode ser encontrada na Apresentação do Projeto.

Como você pode imaginar, carteira digital é o local em que o seu dinheiro fica disponibilizado no app DIVI•hub, mas ele será depositado em uma instituição financeira ou de pagamento. Nela podem estar o valor dos lucros dos projetos em que você investiu após o resgate e a recarga por boleto bancário para ser usada como crédito na compra de DIVIs. Ou seja, se você quer comprar seus DIVIs usando boleto, primeiro você precisará abastecer sua carteira digital e aguardar a compensação do pagamento. Só fique atento porque pode levar até 2 dias úteis. Aí vai uma dica: se você está aguardando um projeto específico começar a captação e quer usar o boleto como meio de pagamento, é recomendável que envie o dinheiro antecipadamente para não precisar ficar esperando a compensação.

O boleto pode levar até 15 minutos para ser registrado nos sistemas bancários, por isso a gente recomenda que você aguarde esse tempo antes de tentar realizar o pagamento.

Se você escolheu a opção boleto na recarga da sua carteira digital, o valor vai aparecer em até 2 dias úteis, que é o prazo necessário para a compensação nesse meio de pagamento.

Por enquanto, não é possível retirar o dinheiro depositado na carteira digital, mas em breve teremos novidades, como a inclusão de pagamento de contas e a opção de PIX para transferir o dinheiro para qualquer outro usuário de PIX, inclusive sua própria conta bancária. Fique ligado para saber mais.

Hoje o aplicativo funciona em aparelhos Android a partir da versão Android 9.0 e iOS a partir do iOS 10.

Para fazer seu cadastro no aplicativo você precisa informar seu número de CPF, que deve estar em situação regular na Receita Federal, e também ter em mãos o RG, a CNH ou o RNM. Por questão de segurança, o aplicativo precisa identificar que a pessoa que aparece no documento é a mesma da selfie, então recomendamos que você utilize RG, CNH ou RNM recentes.

Se, ao informar o CPF, apareceu a mensagem “CPF inválido”, a gente recomenda que você acesse o site da Receita Federal e consulte sua situação cadastral. Se aparecer alguma pendência, você precisa regularizar o documento antes de dar andamento ao cadastro. Depois da regularização, o prazo para a atualização no sistema é de 30 a 60 dias, por isso dentro desse período é possível que a mensagem “CPF inválido” ainda apareça para você. Caso o status esteja regular, é só enviar uma mensagem para info@divihub.com ou no WhatsApp (11) 99716-3484 para que a gente possa te ajudar.

Durante o cadastro, você deve criar uma senha. Ela precisa ter de 8 a 16 caracteres, contendo pelo menos uma letra maiúscula, uma letra minúscula, um número e um caractere especial. Para o caractere especial, são aceitos: @$#_!%*?&

Por questão de segurança, o aplicativo precisa identificar que a selfie é da mesma pessoa que está no documento. Para isso, nossa recomendação é que você utilize um RG, CNH ou RNM recente. Agora, se mesmo com um documento novo, sua selfie não está sendo aceita, veja as dicas que podem ajudar na hora do click:

  • escolha uma parede clara e lisa como fundo;
  • teste fazer a foto na luz natural;
  • centralize sua face na tela;
  • não coloque a câmera muito perto de você;
  • evite ficar contra a luz e observe se a sua face não está ficando sombreada;
  • evite que o cabelo caia sobre o rosto e não use óculos, boné, toucas ou outros acessórios que dificultem o reconhecimento facial.

Se você não lembra a combinação que criou durante o cadastro, fique tranquilo. Acesse nosso tutorial de redefinição de senha para ver passo a passo o que deve ser feito.

Se foi realizar a compra, mas não lembra da sequência de 6 números que criou no cadastro, siga as orientações do tutorial de alteração do PIN.

A DIVI•hub aceita cartão de crédito ou boleto. Com o cartão, é só informar os dados na hora de comprar seus DIVIs. Na outra opção, você primeiro precisa pagar o boleto para carregar a sua carteira digital e aí fazer a compra. Só presta atenção porque o boleto demora até 48 horas para ser compensado. Em breve, a gente vai incluir outros meios de pagamento, como cartão de débito e PIX. Fique ligado nas nossas redes sociais para acompanhar as novidades.

Baixe o app